Prevenção e Controle de Dengue, Zika e Chikungunya

Compartilhe
Qui, 07/04/2016 - 21:22

Rede de pesquisa fomentada pela FAPERJ para estudos sobre Zika, Chikungunya e Dengue

Dengue, Zika, Chikungunya.... estamos vivendo epidemias de doenças transmitidas por virus já conhecidos como o da Dengue e por outros, como o Zika, do qual só recentemente tomamos conhecimento.  Um consenso existe: é preciso atacar o mosquito! Governates, cidadãos, pesquisadores, profissionais de saúde, educadores..... É possível fazer mais, muito mais!

O Espaço Ciência Viva marca sua participação na equipe que integra a REDE 2 do Edital Programa Pesquisa em Zika, Chikungunya e Dengue no Estado do Rio de Janeiro – 2016, uma iniciativa da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro – FAPERJ. Nosso projeto, intitulado Mosquitos e arboviroses emergentes - Aquisição de conhecimentos fundamentais, tecnologias e informação para subsidiar a prevenção e o controle da transmissão vetorial, é coordenado pelo Dr. Ricardo Lourenço de Oliveira (FIOCRUZ) e sub-coordenado pela Dra Izabel Christina Nunes de Paixão (UFF). Veja no sítio da FAPERJ todas as 6 Redes apoiadas por este Edital

As duas principais linhas desta Rede de Pesquisa, que envolve equipes da FIOCRUZ, UFRJ, UFF, UENF e do Espaço Ciência Viva são: Aquisição de conhecimentos fundamentais, tecnologias e informação para subsidiar a prevenção e controle da transmissão vetorial de ZIKV, DENV e CHIKV; e Detecção de áreas com mosquitos Aedes aegypti infectados com Dengue, Chikungunya e Zika e estudos de antivirais na terapia e fisiopatologia da doença.

O Espaço Ciência Viva integra o grupo que desenvolverá pesquisa e ações voltadas para EDUCAÇÂO, COMUNICAÇÂO E INFORMAÇÃO PARA A PREVENÇÃO E O CONTROLE. A equipe atuará nos Sábados da Ciência; em atividades junto a escolas, professores, alunos e comunidade; e na produção de materiais de divugação, dentre outras ações.

A duração prevista do é de 2 anos e a expectativa  é realizar reflexões, interações e ações de qualidade em nosso Espaço, voltados para este tema urgente que atualmente está impactando a saúde pública do Estado, do país e de outras partes do mundo.C

 

 

Canto do Aedes

A reativação do espaço intitulado anteriormente como“Canto da Dengue”, agora rebatizado como "Canto do Aedes", e a retomada das atividades que já desenvolvíamos focados na Dengue e no Aedes Aegypti, são nossas primeiras iniciativas dentro deste projeto.

Neste espaço foi realizado durante o “Sábado da Ciência” do mês de março de 2016 novas atividades com os visitantes. 

EM TEMPO...

Este e outros projetos da FAPERJ correm o risco de não serem financiados devido à crise orçamentária do Estado do Rio de Janeiro

A comunidade acadêmico-científica e a comunidade de divulgadores associada estão passando por um forte momento de luta pela manutenção da vinculação orçamentária do Estado (2%) para a ciência e para a FAPERJ, o que está em risco! 

A execução deste Projeto e de vários outros relacionados com nossa entidade será impactada por esta realidade de investimento e fomento!  Veja o debate que ocorreu na ALERJ sobre o tema.